A partir deste sábado, 16 de janeiro, Itajubá passa a integrar a “Onda Amarela” do Programa Minas Consciente. A classificação acende um novo alerta para que o município não chegue à “Onda Vermelha”. Para isso, é preciso que a população redobre os cuidados com a Covid-19, fazendo o uso de máscara, higienizando as mãos e mantendo o distanciamento social.

A classificação de Itajubá na “Onda Amarela” segue a tendência de diversos municípios mineiros que também regrediram no Programa nesta última semana, tendo em vista o aumento de casos em todo o Estado. Quem define a mudança de onda do município é o Comitê Extraordinário Covid-19 do Governo de Minas, que considera a taxa de evolução da Covid-19 para orientar o funcionamento seguro do comércio nos municípios: quanto maior o número de casos e leitos hospitalares ocupados, maior é a restrição ao comércio.

A nova classificação resulta em algumas mudanças, como a proibição dos serviços não-essenciais com alto risco de contágio, que eram permitidos na “Onda Verde”. Para consultar todas as atividades econômicas classificadas por onda, CLIQUE AQUI.

Confira os serviços que funcionam em cada onda:

  • Onda Verde: serviços essenciais, serviços não-essenciais e serviços não-essenciais com alto risco de contágio;
  • Onda Amarela: serviços essenciais e serviços não-essenciais;
  • Onda Vermelha: somente os serviços essenciais.

Combate à COVID-19

  • Fonte: Prefeitura de Itajubá