Dois homens de 40 e 44 anos foram presos na manhã desta segunda-feira (16) em Itajubá (MG) por furtos e vendas de aparelhos de uma empresa de telefonia de Varginha (MG). Segundo a Polícia Civil, os aparelhos eram furtados e vendidos por terceiros que utilizavam para a transmissão de sinal de internet e mensagens.

Segundo a polícia, foram feitas buscas na casa e na empresa de um dos envolvidos. Durante as investigações, foi confirmado que eles estariam praticando os furtos em várias cidades da região e já tinham sido presos em junho deste ano pelo mesmo crime.

Além das prisões, um empresário de 38 anos teve a casa e a empresa, na cidade de Cássia, como alvo de buscas e os telefones celulares apreendidos.

A empresa envolvida relatou que toda vez que acontece esse tipo de ocorrência, até trinta cidades ficam sem acesso a internet.

Os homens foram transferidos para o Presídio de Itajubá (MG). Eles ficarão presos temporariamente até que a polícia possa concluir o inquérito e decidir pelo pedido da continuidade da prisão.

Conforme a polícia, as investigações seguem para identificar receptadores e outros envolvidos.